Prêmio CAPES de Tese – Edição 2024

10/04/2024 20:04

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica informa que a Tese intitulada “Modulação do metabolismo da tetraidrobiopterina em condições inflamatórias”, defendida pela Drª Tuany Eichwald, sob a orientação da Professora Alexandra Susana Latini, foi selecionada para representar o Programa no Edital referente ao Prêmio CAPES de Tese – Edição 2024.

Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Visitante

05/04/2024 13:44

A DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS – DDP/PRODEGESP DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA, no uso de suas atribuições, considerando a Resolução Normativa nº 5/2019/CPG, de 28 de março de 2019, torna pública a abertura de inscrições com vista ao Processo Seletivo Simplificado para contratação de Professor Visitante, por tempo determinado, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos da Lei n° 8.745/1993 e suas alterações.

English – Notice nr. 017/2024/DDP

A inscrição deverá ser realizada por e-mail ao PPG, conforme item 3.3 do edital, no período compreendido entre 08/04/2024  e 26/04/2024  (até as 17 horas).

Edital nº 017/2024/DDP

Seleção para o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior

02/04/2024 09:35

A  Coordenação  do  Programa  de  Pós-Graduação  em  Bioquímica  (PPGBQA)  da  Universidade Federal de Santa Catarina, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura de inscrições para a seleção interna de doutorandos do PPGBQA para o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) da CAPES, em conformidade com o Edital n° 06/2024/CAPES.

As inscrições podem ser realizadas até 16 de abril de 2024.

Mais informações na página “PDSE“.

27/11/2023 15:09


___________________________________________________________________________________________________________________________

Calendário de matrículas 2024/1

Período de matrícula para discentes regulares: 20/02 a 23/02: período de matrículas online em disciplinas do próprio Programa pelo sistema de Controle Acadêmico da Pós-Graduação (CAPG): www.capg.ufsc.br

Matrícula de alunos de outros programas da UFSC: a partir de 24/02: início das solicitações de matrículas para discentes de outros Programas de Pós-graduação da UFSC. Sem limite de prazo. A solicitação deverá ser encaminhada para o e-mail: academico.sipg@contato.ufsc.br

Matrícula em disciplina isolada (pessoas de fora da UFSC ou discentes de graduação da UFSC): 27/02 e 28/02. Período para solicitação de matrícula em disciplina isolada pelo sistema de Controle Acadêmico da Pós-graduação (CAPG):

As orientações para matrícula em disciplina isolada estão no link: Matrícula em disciplina isolada

Formulário de matrícula em disciplina isolada

As disciplinas do semestre serão informadas no link: https://ppgbqa.ufsc.br/disciplinas-do-semestre/disciplinas-do-semestre/

Óleo presente no azeite de oliva pode combater morte de células por excesso de ferro

14/11/2023 12:04

Em 1992, uma criança de poucos meses morreu quando seu irmão de dois anos lhe deu mais de 30 comprimidos brilhantes e coloridos. Dentro dos comprimidos estava o metal ferro, mortal quando ingerido em excesso. O uso dos comprimidos em níveis adequados pela mãe das crianças caracterizava uma suplementação dietética, pois o ferro é essencial para os seres humanos e sua carência também causa efeitos deletérios à saúde.

O grupo de pesquisa coordenado pelo professor Marcelo Farina, do departamento de Bioquímica da UFSC, tem estudado como o excesso de ferro causa danos aos organismos e como algumas moléculas de gordura (lipídeos) protegem contra lesões causadas pelo ferro. Em um estudo conduzido em colaboração com pesquisadores estadunidenses e espanhóis, o grupo de pesquisa coordenado pelo professor Farina descobriu que um dos principais mecanismos pelos quais o excesso de ferro causa danos é através da indução de ferroptose, um tipo de morte celular ainda pouco conhecido e caracterizado pela intensa oxidação de lipídeos nas membranas das células. O trabalho foi financiado pela Capes, CNPq e Fapesc.

De acordo com o professor, os efeitos danosos do excesso de ferro não ocorrem apenas em casos graves de intoxicação aguda. “De fato, há uma doença humana nomeada hemocromatose e caracterizada pelo excesso de ferro no organismo devido a defeitos genéticos ou à necessidade de repetidas transfusões de sangue, o qual possui elevados níveis deste metal”, explica.

Segundo ele, há evidências científicas suportando uma associação entre níveis de ferro e envelhecimento e apontando para o acúmulo de ferro em doenças relacionadas ao envelhecimento: pacientes com doença de Parkinson apresentam níveis elevados de ferro em determinadas regiões do sistema nervoso central. Dentre os tratamentos atualmente disponíveis para indivíduos com excesso de ferro no organismo, destaca-se a flebotomia (sangramento) e o uso de medicamentos quelantes, que se complexam com o ferro e facilitam sua eliminação.

O estudo, que se baseou em modelos experimentais utilizando o nematoide Caenorhabditis elegans, camundongos e linhagens celulares humanas, detectou um composto lipídico nomeado ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado presente em abundância no azeite de oliva, como molécula protetora capaz de inibir a ferroptose. A consequência seria a proteção contra os danos induzidos pela sobrecarga de ferro nos três modelos experimentais.

“O estudo sugere que estratégias nutricionais baseadas na utilização de ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oleico, podem mitigar o dano induzido pelo excesso de ferro, o que poderia representar uma estratégia terapêutica adicional”, explica o professor. “Interessantemente, o ácido oleico faz parte da dieta mediterrânea, que está associada à saúde e à longevidade”, reforça.
Outro mecanismo desvendado no estudo foi o envolvimento de uma proteína-chave que determina se o ácido oleico pode ser protetor. Nesse caso, a proteína PPAR-alpha (do inglês peroxisome proliferator-activated receptor-alpha) foi considerada fundamental para a capacidade do ácido oleico de proteger contra o dano induzido pelo excesso de ferro em células e nematoides.

Os resultados do estudo foram divulgados em um artigo científico publicado no periódico Cell Chemical Biology, o qual traz como primeira autora a pesquisadora Josiane Mann, que foi orientada pelo professor Marcelo Farina durante doutorado no Programa de Pós-Graduação em Neurociências e atualmente bolsista de pós-doutorado em Bioquímica. A equipe da UFSC também contou com a doutoranda Melania Santer e o professor Alcir Dafré.  O trabalho também é assinado pelo professor Brent Stockwell (Columbia University, Estados Unidos), que coordenou o trabalho pioneiro que culminou na descoberta da ferroptose há cerca de uma década.

Veja a reportagem em: https://noticias.ufsc.br/2023/11/oleo-presente-no-azeite-de-oliva-pode-combater-morte-de-celulas-por-excesso-de-ferro-diz-pesquisa-da-ufsc/  

E o artigo na íntegra: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2451945623003732?via%3Dihub

CurToART 2023 – inscrições encerradas

18/09/2023 05:34

O CurTo ART é o primeiro concurso de fotografias científicas organizado pelo Programa de Pós-graduação em Bioquímica, junto ao evento “Current Topics in Biochemistry”. O objetivo do concurso é promover a divulgação científica e a popularização da ciência.

Interessados em participar do concurso deverão realizar a inscrição de acordo com o regulamento abaixo. As fotografias serão expostas durante o CurTo2023. Haverá premiação para as melhores fotos, escolhidas por votação durante o evento e em uma categoria chamada “escolha da internet”. A escolha da internet premiará as fotos postadas no Instagram do PPGBQA com maior engajamento.

Inscrições prorrogadas até dia 30/09/2023, aberta para alunos de graduação, pós-graduação, pesquisadores e técnicos inscritos no CurTo2023.
Maiores informações: https://curto.exxit.com.br/curtoart/