Seminário PPGBQA

28/06/2021 09:29

O seminário semanal do PPGBQA terá como tema “Diferenciação planetária e a sucessão da vida naTerra: Interfaces entre astronomia,  bioquímica e história” com palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Peres Silva.

Data: 29 de junho de 2021 – 14 h
Link: https://us02web.zoom.us/j/81037729987

Menção Honrosa – Caio Massari

22/06/2021 13:14

O PPGBQA parabeniza a Dr. Caio Massari pela “Menção Honrosa” no congresso Purines 2021 – X Meeting of the Brazilian Purine Club. O Dr. Caio Massari defendeu o Doutorado em 2020 no PPGBQA e atualmente está realizando pós-doutorado sob orientação da Profa. Dra. Carla Tasca. Seu trabalho confirmou o efeito protetor do nucleosídeo guanosina em um modelo de administração da toxina 6-hidroxidopamina em fatias de estriado, e destacou os dímeros de receptores A1 e A2a de adenosina como possíveis alvos da guanosina. Os resultados científicos podem ser encontrados na íntegra no artigo “Adenosine A 1 and A 2A receptors are involved on guanosine protective effects against oxidative burst and mitochondrial dysfunction induced by 6-OHDA in striatal slices” .

CAPES-STINT Seminar series

29/05/2021 09:33

Em 2020, foi iniciado o projeto CAPES/STINT: cooperação internacional Brasil Suécia, com o título “Metabolic derangements and brain metabolic control underlying cognitive decline; O projeto, coordenado na UFSC pelas docentes do PPGBQA Joana M. Gaspar e Andreza F. de Bem é uma parceria com a UnB, UFRJ, UFRGS e com as Universidades de Lund e de Linköping, na Suécia.  De 31 de maio a 2 de junho 4 seminários com pesquisadores do Brasil e da Suécia irão discutir o tema “Brain dysfunction in metabolic disease models” Zoom meeting ID: 622 42208743

Capa da revista European Journal of Inorganic Chemistry

19/05/2021 11:30

Estudo publicado por um grupo de professores da UFSC e UDESC, liderados pela Prof. Dra. Rosely Peralta (Departamento de Química da UFSC), e com a participação do professor Dr. Hernán F. Terenzi (Programa de Pós-graduação em Bioquímica) foi capa da edição de abril da revista European Journal of Inorganic Chemistry. O trabalho ilustra a aplicação de um novo complexo bioinspirado de cobre dinuclear (II), que mimetiza a função da enzima catecol oxidase e também atua como nuclease artificial, capaz de produzir fragmentos no DNA semelhantes aos formados por enzimas de restrição. O complexo pode ter diversas aplicações como ferramenta na pesquisa e na clínica. Mais informações podem ser encontradas no artigo de R. A. Peralta e colaboradores e também na matéria produzida pela Agecom/UFSC.

Melhor pôster no Congresso Latino-Americano de Bioinorgânica

18/05/2021 16:46

A aluna de Doutorado do PPGBQA Vânia Aparecida Mareze recebeu o prêmio de melhor pôster no Congresso Latino-Americano de Bioinorgânica em abril de 2021. O trabalho “Synthesis of a hybrid artificial nuclease: 434 phage repressor linked to a metal complex via cysteine to dehydroalanine conversion followed by aza-Michael addition of an NH2-coordinating ligand“, que é parte da tese de Doutorado da Vânia, foiapresentado em inglês e escolhido entre mais de 50 estudos nacionais e internacionais. Como resultados principal destacamos a obtenção de uma nuclease híbrida altamente específica, que representa um primeiro passo em direção a novos agentes de clivagem de DNA artificial.

Parabéns à Vânia, ao orientador Hernán F. Terenzi e toda equipe do LABIME! 

Tese selecionada para representar o PPGBQA no Prêmio CAPES de Tese de 2021

12/05/2021 20:36

O PPGBQA selecionou a tese “IMPACTO DE POLUENTES EMERGENTES DA ÁGUA NO METABOLISMO ENERGÉTICO, NAS DEFESAS ANTIOXIDANTES E NO INFLUXO DE CÁLCIO NO TESTÍCULO DE RATO (Rattus norvegicus) E DE PEIXE (Danio rerio)“, da Dra. Vanessa Staldoni de Oliveira para representar o Programa no Prêmio Capes de Tese 2021. 

A tese foi orientada pela Profa. Dra. Fátima Regina Mena Barreto Silva e co-orientada pelo egresso do PPGBQA Dr. Allisson Jhonatan Gomes Castro e analisou os efeitos de poluentes emergentes da água nas funções reprodutivas em ratos e peixes.

Análises metabólicas e morfológicas nos testículos mostraram que tanto os compostos presentes no efluente da indústria de papel e celulose, quanto o larvicida piriproxifeno, têm o potencial de afetar a progressão normal da espermatogênese. Assim, esse estudo aponta que poluentes comumente presentes nos corpos d’água possuem o potencial de desregular mecanismos importantes para a fertilidade masculina. 

O principal artigo da tese “Pyriproxyfen induces intracellular calcium overload and alters antioxidant defenses in Danio rerio testis that may influence ongoing spermatogenesis” foi publicado na revista Environmental Pollution (fator de impacto 6,5) em 2021.